Se preciso for vá contra a empresa!


”Nós não podemos fazer grandes coisas. Mas nós podemos fazer pequenas
coisas com muito amor”.
Autor desconhecido.

Prezado Amigo (a),

Seis anos atrás eu fui contratado por uma multinacional americana que
abria as suas portas no Brasil. Gigante e corporativa, com US$ 20
bilhões de dólares em vendas, a empresa havia começado do zero há alguns
meses e ainda estava no zero. O meu chefe, um americano que nunca havia
saído dos Estados Unidos e nunca havia liderado pessoas, decidiu por me
contratar.

Logo no primeiro dia de trabalho, ao estranhar o fato do meu chefe não
ter me apresentado aos outros funcionários, eu decidi por enviar um
e-mail de apresentação a todos os outros (quinze) colegas que havia na
empresa. Cheia de energia e vibração, a mensagem escrita com as letras
no tamanho quatorze, era um Tratado a Inovação, a Energia, ao Trabalho, e
a vontade de fazer a diferença para toda a comunidade ao redor da
empresa. Na assinatura do e-mail… QUEBRA TUDO! Foi para isso
que eu vim! E vocês? (com as letras em tamanho trinta e seis).

Entretanto, não demorou mais do que cinco minutos para o meu chefe
americano me chamar à sua sala isolada e corporativa para me perguntar:
“ – Ricardo, o que você escreveu nessa mensagem?” (ele não entendia
mais do que dez palavras em português).

Tão logo eu terminei de traduzir, ele disse: “Ricardo, essa empresa é
uma corporação. Em empresas como a nossa, não é permitido escrever
mensagens com esse tipo de linguagem. Nós não podemos nos expressar com
tanta energia. A partir de agora, antes de você enviar as suas mensagens
para os nossos funcionários, você deve enviá-las primeiro para eu ler.
Se a mensagem estiver de acordo, você poderá enviá-la para os outros”.
Eu ouvi, e voltei para o meu cubículo no escritório.

Qual seria a sua atitude?

Duas horas depois, eu encontrei uma informação – sobre a própria
corporação – que eu entendia como de extrema utilidade para todos os
funcionários da empresa. Eu abri o meu software de correio eletrônico, e
comecei a escrever uma nova mensagem apontando as oportunidades que o
mercado oferecia, as forças que já tínhamos, e chamava a todos para
alcançar o destino que iríamos atingir. Na assinatura do e-mail…QUEBRA
TUDO!
Foi para isso que eu vim! E vocês? (Mas dessa vez em fonte
tamanho quarenta e oito!).

O que aconteceu comigo?

Quatro anos depois eu me tornei Diretor de Marketing dessa empresa. O
meu chefe americano – que se tornou um grande amigo – foi mandado embora
da empresa no ano anterior. A empresa, se tornou uma subsidiária
americana de milhões e milhões de dólares, ganhou reconhecimento
nacional e mundial pelos resultados das inovações e paradigmas
quebrados, e acima de tudo, transformou para melhor a vida de centenas
de pessoas.

O que você acha que eu estou tentando dizer? “- Quebrem as regras?
Desrespeitem os manuais? Virem as costas para o seu chefe? Não! Não
exatamente.

Deve haver uma razão porque a Bíblia nunca menciona as intenções, os
sonhos ou as idéias dos Apóstolos. Entretanto, o livro inteiro é chamado
de “Os Atos dos Apóstolos”. ATO = AÇÃO! Foi a performance dessas
dedicadas pessoas, suas incríveis conquistas, e a força de suas AÇÕES
que ficou escrita para sempre, e não o blá,blá,blá de teorias.

QUEBRA TUDO é uma revolução pacifista, e a única maneira de se
fazer isso é através da Coragem, Paixão e Amor por VALORES que você
realmente acredita, vive e coloca em prática.

Nós vivemos em um país onde uma grande parte da sociedade, “…deixa a
vida me levar, vida leva eu…”, está entorpecida pelo hábito de deixar
as grandes decisões para as mãos e cérebros do chefe, do síndico, do
governo, dos concorrentes, dos clientes e da empresa.

O futuro, acredite ou não, pertence aqueles indivíduos que tiverem um
interesse sincero em reformar todos os aspectos da sociedade que sejam
injustos e imorais. E isso começa pelo SEU trabalho, e pela maneira que
VOCÊ encara essa oportunidade única que VOCÊ tem nesse momento de mudar a
vida dos outros e da sua empresa.

Essa é a sua Responsabilidade e disso você não pode fugir.

Vá contra a empresa se preciso for! Vá contra a empresa se algo
injusto e imoral estiver acontecendo com os seus clientes, com os seus
colegas ou com os seus fornecedores.

Vá contra a empresa se preciso for! Mesmo que o seu chefe diga
que você está errado. Tenha certeza que o chefe do chefe do seu chefe
quer que você assuma a Responsabilidade de CORRIGIR, o
Profissionalismo de AGIR
, a Criatividade de INOVAR e a
Paixão de REALIZAR
.

A melhor empresa para se trabalhar não é aquela que está listada nas
revistas famosas é faz propaganda na novela das oito. A melhor empresa
para se trabalhar é aquela que você conhece e encontra o chefe, do chefe
do seu chefe no corredor do seu escritório.

Vá contra a empresa se preciso for! E não se importe quantas
pessoas digam que não pode ser feito, ou quantas pessoas digam que
várias pessoas já tentaram fazer. O importante é você entender que essa é
a sua primeira tentativa.

Vá contra a empresa se preciso for! Você deve isso a seus
filhos, netos e bisnetos. Nada menos que isso interessa.

QUEBRA TUDO! Foi para isso que eu vim! E você?