O Vendedor Generoso.

Todo dia eu recebo mensagem de algum vendedor, de algum empreendedor falando assim: "Jordão, você fala tantas coisas, tantas ideias, que eu não tenho tempo de praticar tudo o que você fala. Você pode escolher para mim uma única coisa que eu deveria praticar todos os dias da minha vida para eu ser bem sucedido, chegar a algum lugar, bater a minha meta?" Claro, meu amigo, claro. Sabe qual é a coisa que você tem que fazer todo dia? Generosidade. Seja uma pessoa generosa. Acabou. Não precisa mais nem assistir nenhum vídeo que eu faço. Seja apenas uma pessoa generosa com todo mundo, o tempo todo, a todo o momento. Pega, meu filho, e rasga a missão, a visão e os valores da sua empresa, quando você acabar de ver esse vídeo e coloca em todas as paredes da sua sala de reunião, em toda a sua empresa, em todos os lugares a palavra generosidade, estampada enorme, em um banner gigantesco. Generosidade. E, quando, às 2h30 da tarde, vocês se pegarem em uma sala de reunião para discutir como a gente vai fazer X, Y e Z para resolver o problema da empresa, enquanto os caras estão falando assim: "Como a gente pode reduzir o custo? Como a gente pode vender mais rápido?" Fale assim: "Galera, o que a gente pode fazer nessa situação para ser mais generoso com os clientes e com os funcionários?" Então, o tempo todo, quando aparecer uma discussão, um conflito, precisar resolver um problema, joga essa pergunta: "O que a gente pode fazer nessa situação para ser mais generoso?"

Seja um vendedor generoso. E, para ser generoso, você não tem que gastar dinheiro. Você tem que ser uma pessoa do bem. Você tem que ser uma pessoa que, por exemplo, você está com seu cliente em uma sala de reunião, você não olha relógio. Eu não uso relógio de pulso há mais de 15 anos. Não olhe para o relógio. "Pô, estou há um tempão com esse cara aqui e o cara não está comprando nada." Não olha para o relógio. Se o cara precisar de uma hora do seu tempo para ele entender a diferença entre uma impressora a laser e uma impressora de tinta, fique uma hora para explicar para ele qual a diferença que ele precisa saber para comprar melhor, comprar correto, comprar direito. Seja uma pessoa generosa. Em alguma faculdade por aí, estão precisando de um cara para dar palestra. Vai lá e se oferece. Nas mídias que acompanham a sua indústria, o jornalista está precisando de dicas, de contatos para terminar a matéria que ele está fazendo lá. Liga para o jornalista, se coloca a disposição para ajudá-lo a descobrir o que ele precisa saber para escrever o que ele tem que escrever. Quando você acabar de ler um livro, você levou sete horas para ler o livro, resume o livro e traz para todos os funcionários da empresa que você trabalha. Manda por e-mail um resumo que o cara pode ler em cinco minutos o que você aprendeu em sete horas. Você sabe inglês? Monta um curso de inglês par ensinar os funcionários da sua empresa depois das 6h. Ensina inglês para a galera. Seja um cara que compartilha tudo o que você sabe para os outros. Seja uma pessoa generosa. Se for o caso, dá, inclusive o seu produto, ou uma amostra grátis, para as pessoas. Entendeu? Por exemplo, se você é corretor de imóvel, tenha materiais extras com você, que você pode compartilhar com o cliente. Você está vendo que tem uma família, faz um material com a relação das escolas que tem ali perto do imóvel que você está vendendo. Quantas lojas do Shopping Center oferecem alguma coisa legal para a gente quando a gente entra na loja? A gente conta nos dedos as que põem uma balinha ou uma maçã – para os caras que são politicamente corretos que estão vendo o vídeo.

Faça isso! Seja um pouquinho mais generoso com as pessoas. O ser humano, até os animais, a gente tem dois braços. Você tem duas mãos. Uma mão é para receber e a outra é para dar. Uma mão é para receber. Não tem problema nenhum você querer o dinheiro dos outros, você querer o pedido, querer o cliente, você querer as coisas para você. Não tem problema isso. Não tem mal nenhum nisso. Mas, o que você está fazendo com a outra mão? Você tem que dar, cara. Com uma mão você recebe e com a outra você dá. Como está a outra mão? Tá querendo também receber? Você está com as duas mãos assim querendo receber dos outros? Ou a outra mão está nas costas, escondidas assim, escondendo as coisas que você sabe, escondendo o ouro, porque você não quer compartilhar nada com os outros? Não, cara. Enquanto você quer alguma coisa de alguém, você tem que dar para a pessoa. Dá para ser um pouquinho mais generoso nessa vida? Generosidade, cara. Faça parte do segmento de mercado que mais cresce nesse mundo, o das pessoas de bem. Eu estou dedicando a minha vida a isso. A fazer esse segmento crescer. E você pode ter certeza que vai crescer, que vai expandir, e aquelas pessoas que não são generosas terão problemas em fazer negócios. Não adianta ser político, ter lábia, ter tido um treinamento XYZ qualquer aí que só fala de business. Não adianta mais. Você tem que ser generoso. Você tem que ser uma pessoa do bem. É assim que você vai se diferenciar. Como você pode ser uma pessoa generosa? Fala aí, escreve aí na área de comentários. E faça essa pergunta todos os dias na sua empresa. Como a gente pode ser generoso nessa situação? E não apenas pensar no nosso. Como a gente pode dar, além de só receber. Beleza?Isso aí, galera. Vamos aí.

Gostou da dica? Para assistir o video onde eu falo sobre esse insight vai aqui: http://ow.ly/4ng6tU