Os clientes não sabem o que querem até você mostrar o que eles precisam.

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão. E os clientes não sabem o que eles querem até você mostrar para eles o que eles precisam. Bota isso na sua cabeça. Por exemplo, logotipo. A logomarca da BizRevolution, o meu site, existe há dez anos. A Biz existe há 25 anos, mas essa versão que está no ar aí tem há dez anos. Eu não mudo há dez anos esse troço aí. Aí, um dia desses, um cara que cria logotipo virou para mim e falou assim: “Jordão, o seu logotipo é meia-boca. Eu quero criar um novo para você sem compromisso. Posso fazer aqui, pensar e mandar para você?” “Claro, velho. Faz aí.” Eu falei para ele. “Manda pau.” E aí, ele mandou para mim, dias depois me ligou: “E aí, cara, gostou do que eu mandei para você?” O cara mandou para mim umas 20 versões diferentes. Eu falei assim: “Cara, ficou uma porcaria, um lixo, eu não gostei de nada. Sabe aquela coisa seis por meia dúzia? Não, não vou trocar. Ficou uma porcaria.” Aí, ele falou assim: “Claro que ficou uma porcaria, Jordão, você não me brifou nada, não me falou o que você precisa e tal. Eu criei em cima do que eu imaginei.” Aí, meu amigo, eu virei assim para ele: “Você acha que eu tenho tempo para te ensinar a vender para mim? Você acha que seus clientes têm tempo para ensinar você a vender para eles? Você é o especialista, cara. Você é o galã. Você é o mister logotipo. Você é o mister marcas. Você quer que eu te ensine a criar uma marca para mim? Eu sei lá como eu quero a minha marca. Você que é o mister marca, mister branding, mister branding awareness. Cria aí e me manda, velho! Senão, next. Eu aperto o botão e vou fazer outra coisa porque você não tem um negócio para mim, você tem apenas a encheção de saco.” Deu para entender?

Tem uma menina, uma design nos Estados Unidos que já fez mais de dez mil logomarcas com personagens divertidos. A mina só faz isso. Ela faz logomarca para empresas com personagens divertidos, com ursinho, com tigrinho, com coelhinho, com o Snoop, sabe? Com bichinho no negócio. Porque o cliente não sabe o que ele quer até você mostrar o que ele precisa. Entendeu? Olha como vende, como faz um logotipo. Você tem que virar para mim e falar assim: “Cara, eu faço logotipo com personagens divertidos. O que você acha?” “Cara, eu sempre quis isso. Eu sempre quis isso.” Você tem que mostrar o negócio para eu falar assim: “É isso aí que eu preciso, cara. É isso aí. Vem aí, faz para mim.” E quando, no caso dessa menina, ela diz para todo mundo que ela só faz logotipos com personagens divertidos, fica mais fácil para as pessoas encontrarem ela, fica mais fácil ela saber para quem ela tem que vender. Porque imagina que tipo de empresa precisa de empresa com personagem divertido? Buffet infantil, escola de criança, pet shop, o que mais? Escola de inglês para neném, para criança, para jovem. Esse tipo de gente que precisa de logotipo com personagem divertido. Fica tudo mais fácil para as pessoas te encontrarem e você saber para quem você tem que vender. Beleza, galera? Os clientes não sabem o que eles querem até você mostrar para eles o que eles precisam. Bota isso na sua cabeça.

Se você gostou desse vídeo, assiste lá os meus mais de 1.400 vídeos que tem lá no meu canal no YouTube. Vai lá. Ricardo Jordão Magalhães, me procura lá no YouTube, você vai achar. Eu tenho certeza que você vai gostar. Se não for o suficiente para você aprender a vender sem vender a alma, assina a Universidade BizRevolution, onde você encontra mais de 400 horas, mais de cem cursos on-line que eu fiz, que eu faço de vendas, de marketing, de liderança, de comércio eletrônico. Eu tenho certeza que você vai gostar. Se não for suficiente, vem no meu curso ‘O vendedor rainmaker’ que tem direto por aí. Confere no meu site as próximas datas. Vem fazer o meu curso. É um dia inteiro de uma paulada na sua cabeça que vai te transformar em um cara muito mais assertivo, muito mais objetivo, inovador, bacana e generoso. Beleza, galera? É isso aí. Grande abraço!

Assista agora o video de onde esse texto foi transcrito: