A lição que as mães, os pais e os vendedores precisam aprender.

a-licao-que-as-maes-pais-e-vendedoras

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão e o vídeo de hoje vai ensinar você a ser um melhor vendedor como todos os vídeos que eu faço. Preste atenção. E de quebra, hoje você vai aprender a ser um melhor pai e uma melhor mãe para os seus filhos pequenos. Preste atenção!

Quando a gente era pequeno, nosso pai, nossa mãe virava para a gente e falava assim: “Oh, Ricardinho, você tem que dormir cedo hoje, moleque.” Aí, eu virava para o meu pai e falava assim: “Ôh, pai, por que eu tenho que dormir cedo?” Aí, aminha mãe falava assim: “Ôh, moleque, vai estudar matemática, senão dou umas porradas em você.” Aí eu falava assim para a minha mãe: “Por que eu tenho que estudar matemática?” Aí o meu pai: “Ôh, Ricardinho, não abre a porta da geladeira depois de tomar banho, não, senão você vai ter um ataque do coração.” “Ôh, pai, onde o senhor viu isso? Que história é essa, cara?” Aí, a gente cresce, seu chefe vira para você e fala assim: “Ôh, Ricardinho, você tem que chegar amanhã às 9h.” Aí o que você responde? “Sim, senhor.” Aí, o seu chefe fala assim: “Ôh, Ricardinho, manda aí um e-mail às 2h da tarde.” O que você responde? “Sim, senhor.” Aí, o seu cliente vira para você fala assim: “Ôh, Ricardinho, manda um produto às 4h da tarde, no preço de R$ 99.” O que você responde? “Sim, senhor.” Por algum motivo, a vida que você leva, você perde quando você cresce. Uma das coisas mais importantes que tem dentro do ser humano, que é a curiosidade. Você tem que ser curioso para ser um grande vendedor, um grande empreendedor. Você tem que ser uma pessoa curiosa, cara. Você não pode perder isso.

A dica para os pais e mães é a seguinte. Quem tem filho pequeno aí? Quando o seu filho hoje questiona a sua autoridade, a sua ordem, que é uma coisa que deixa os pais e mães meio p. da vida, o moleque não está questionando a sua autoridade, velho. Ele não está contra você, meu amigo. Ele está ao seu lado. Ele apenas quer saber porque ele tem que fazer aquela ordem que você está falando. Só isso. Aí, se você for uma pessoa paciente, serena, calma e contar uma história para o moleque através de uma metáfora, sei lá, cara. O moleque vai entender e vai fazer. Não fica pensando que as pessoas estão contra você, que existe uma conspiração dos seus filhos para te derrubar. Ninguém quer questionar a sua autoridade. Os moleques só querem saber por quê. Porque o ser humano é curioso e você tem que estimular os seus filhos a fazerem perguntas para você para o seu filho crescer vendedor, para o seu filho crescer empreendedor, para o seu filho crescer curioso porque o mundo onde o seu filho vai crescer precisa de gente curiosa e não de gente que aceita tudo, velho. Mas isso não significa que é um cara questionador revoltado. É simplesmente uma pessoa curiosa. Está entendendo? A gente tem que ser curioso.

E é o seguinte: crise. Não é, não? É assim, antes da tal da crise, cem pessoas compravam o seu produto. Depois que a tal da crise começou, dez pessoas compram o seu produto. Só que como antes os pedidos caiam no seu colo, você ficava falando com os seus amiguinhos aqui. Os seus 12 amiguinhos. Só que, por coincidência da natureza, exatamente os seus 12 amiguinhos pararam de comprar e os dez que estão comprando, você não conhece. Você não conhece porque você entrou na zona do conforto nos últimos anos, de esperar os negócios caírem aqui dos seus amiguinhos e não via os outros aqui. Mas eles estão comprando em outro lugar. Você está em crise, mas esses caras estão comprando em outro lugar. Você está em crise porque você só conhece 12 pessoas. Se você conhecesse o mercado inteiro, você não estaria em crise, você estaria participando desses negócios. Entendeu? Prospecção, prospecção, prospecção. Mas o que eu gostaria que você tivesse em mente é assim: cara, eu não estou me dando bem. Minha pizzaria não está bem. Minha consultoria não está bem. Meu treinamento não está cheio. O que eu gostaria que você pensasse? Eu queria que você tivesse a curiosidade de entender o porquê o seu concorrente está bem. Porque se no seu mercado você está reclamando que as coisas estão paradas, têm uns quatro ou cinco caras concorrentes seus que estão bem. Então, ao invés de você passar na frente do seu concorrente e falar assim: “Pô, o que o cara está fazendo de pilantragem para estar bombando?” Ter a simples curiosidade… vamos imaginar que você seja uma pizzaria. A sua pizzaria está vazia e a do seu concorrente está cheia. Ao invés de você questionar o cara e falar: “Ah, ele deve ser amigo do vereador.” Estacione o seu carro e vai jantar na pizzaria do seu concorrente para entender aonde estão os detalhes, o que ele faz ali que você poderia aprender e aplicar no seu negócio. Você está no segmento onde deve ter concorrentes seus que estão bem, cara. Tenha a curiosidade de ir lá entender.

Hoje, eu estava malhando e tem o Douglas… e aí, Douglas? Um abraço. É o personal lá da academia e tal. Malhadão, não sei o que lá. E a gente sempre conversa sobre o vídeo que eu vou fazer. Eu faço um making off com ele todo dia e eu estava falando isso aqui e ele contou para mim a história da Smart Fit para mim. “O que está acontecendo?” Ele estava me contando. “As academias de malhar, as pequenas academias dos bairros por aí estão quebrando porque chegou a Smart Fit.” Chegou a Smart Fit. Quem conhece a Smart Fit? Chegou a Smart Fit, entendeu? Aí, enquanto as academias estão perdendo clientes, a Smart Fit está bombando. E aí, ao invés de você que é da pequena academia ficar reclamando da Dilma, do dólar e falar assim que o negócio só vai melhorar quando a Dilma cair ou qualquer coisa do tipo, pega e entra na Smart Fit para você entender o que eles fizeram para estarem bombando desse jeito. E aí, o Douglas estava me lembrando. O que a Smart Fit fez? Quando você entra em uma Smart Fit, você tem um placar gigantesco com as séries que você tem que fazer. Tem série A, série B, série C, séries para iniciantes. O que acontece quando você entra em uma academia pequena de bairro e você não lembra a sua série, o que você tem que fazer? Você precisa de um professor para te explicar. Você precisa ir no computador para imprimir. É um trabalho. O cara da Smart Fit percebeu esse problema e montou um negócio que resolve esses pequenos detalhes, pequenos problemas da vida da galera quando vai a uma academia. Já está a série na parede. Nem tem professor. Você não precisa perguntar para o professor. E tem os aparelhos que a maioria das pessoas fazem. Lembra daquele vídeo do Pareto? Tem os aparelhos, tem os 20% dos aparelhos que 80% das pessoas fazem numa academia. Não tem agachamento, por exemplo, em uma Smart Fit porque os caras não fazem agachamento. Os caras que eles focaram para atender com a Smart Fit. Eles não estão pegando todo mundo. Entendeu? Deu para entender?

Seja curioso! Seja humilde para falar assim: “Beleza, eu estou ruim. Mas por que o meu concorrente está bem? O que eu posso aprender com o cara?” Tenha isso na cabeça cara e vamos para as cabeças, cara.

Quem gostou desse vídeo vai lá no meu canal no YouTube – Ricardo Jordão Magalhães, tem mais de 1.100 vídeos como esse, rápidos, cinco minutos em média, tem sempre um insight animal que vai abrir a sua cabeça e te ajudar a se tornar o melhor vendedor, o melhor empreendedor e o melhor ser humano. Beleza, galera? É isso aí. Abraço!

Assista agora o video de onde esse texto foi transcrito: