Não tem nada a ver ficar ouvindo “Não” de Clientes!

Nao-tem-nada-a-ver-ficar-ouvindo-Nao-de-Clientes

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão e o vídeo de hoje é para um amigo nosso que pediu para eu fazer um vídeo sobre o não na área de vendas porque ele ouviu tanto não na vida dele, cara, que está até doendo o corpo dele. Ele sente dores físicas. Meu amigo, não tem nada a ver ouvir o não. O ser humano não foi feito para ser rejeitado. Por acaso, tem uma arma apontada na sua cabeça falando assim: “Oh, Jordão, faz 100 ligações aí senão eu te mato.” Tem uma arma apontada na sua cabeça, cara? Se não tem uma arma apontada na sua cabeça, para de se fazer mal, cara. Perde a missão. Porque se tem um palhaço que fala assim para você: “Tem que ligar para cem clientes aí” – para vender um? Manda esse palhaço ficar no telefone e fazer cem ligações porque esse palhaço obsoleto e burro, tapado, só conhece essa maneira de vender, usando o telefone, ligando para esses negos que nunca ouviram falar da gente. Ele está obsoleto, cara. Porque isso aí é em 1.905. Em 1.905 fazia sentido porque era o único jeito que se conhecia para vender, entendeu? Agora em 2016, 17, 18, você não precisa fazer essa palhaçada. Você tem que personalizar, você tem que segmentar, você tem que nichar, você tem que se preparar, você tem que fazer lição de casa, você tem que descobrir qual é o problema que você resolve antes de fazer a ligação, cara.

Digamos que seu tempo é assim, duas horas para pesquisar sobre os caras que você vai ligar, três horas para ligar para os caras. Nicha, cara. O segredo é nichar. Entendeu? Então, escolhe as empresas do Sudeste que produzem biometria. Você vai listar 50 caras. Olha para quem você vai ligar. Pesquisa sobre a pessoa no Facebook, no LinkedIn do cidadão e liga para o primeiro. Você vai, talvez, tomar um não, mas você vai aprender alguma coisa. Você liga para o segundo do mesmo segmento do cara, o terceiro. No quinto cara, você está dominando. No décimo, você manja mais de biometria do que todos os caras que você está ligando. No 20º, você está dando palestra. No 50º, você já escreveu um livro. Foca o segmento de mercado. Nicho, vertical. Estuda os caras antes de ligar. Se prepara. Escreve o que você vai falar. Olha para o script. Vai ao banheiro, fala em voz alta para você incorporar aquela coisa que você vai falar. Nicha. Não tem nada a ver ouvir cem nãos. Isso é palhaçada, meu amigo. É palhaçada! Tem maneira mais barata de você fazer essa primeira parte. Sabe, um composto do Google mais um formulário de captação de leads onde você troca por um e-book, você levanta os caras, meu amigo, você levanta os caras. Porque não tem nada a ver você querer vender para mim se eu ainda não gosto e ainda não confio em você, meu amigo. Não tem nada a ver esses papos furados aí. Você não foi feito para ouvir não. Não foi feito para ouvir não. Tira isso da sua cabeça. Se você trabalha em um lugar assim, pede para sair. “Mas, Jordão, eu preciso desses mil reais dessa empresa aqui.” Precisa, cara? Pede demissão! Você não faz doce para fora? Você não sabe fazer uma pizza? Você não sabe fazer um brigadeiro, um quindim? Você não sabe fazer um acarajé, meu amigo? Um chimarrão? Pede demissão dessa empresa, desse palhaço que fala para você ligar cem vezes aí e vai vender chimarrão. Você é capaz de ganhar mais dinheiro com chimarrão e brigadeiro só no prédio que você mora do que nesse troço aí, cara. Não se submete a essa coisa, não, cara. A vida passa muito rápido, meu amigo, para você ficar fazendo coisa que você não gosta e que ainda está ferrando a sua cabeça e a sua saúde, cara. Beleza?

O ser humano não foi feito para ouvir não e para diminuir o número de nãos, tem que fazer esse trabalho todo que eu estou falando aí. Beleza? Tem vários vídeos no canal aqui que eu falo em detalhes sobre essas questões de se preparar, o problema, lição de casa etc e tal. Outra coisa, se una à força. Se você ouviu um não dessa pessoa, olha para o lado, abraça o colega do lado, entendeu? Olha para um pôster, cola um pôster na parede do seu escritório para quando você ouvir um não, você olhar para aquele pôster com aquela frase e falar: “Porra, a vida é legal pra caramba. Vamos embora!” A vida é legal pra caramba, se una à força. Se una à força. Participe de grupos no WhatsApp que tem gente legal porque quando você ouve um não, você entra no grupo para refrescar a sua energia. Quando você ouvir um outro não, põe Metallica, entendeu? Põe Metallica no talo no fone de ouvido, vai no YouTube, vê um vídeo lá, dá umas risadas com o Porta dos Fundos, entendeu? Não tem nada a ver ouvir vários nãos. Tudo bem um, mas cem? Dez? Trinta? Não tem nada a ver, meu amigo. É isso aí. E se gostou desse vídeo cara, entra lá no YouTube, assina o meu canal Ricardo Jordão Magalhães. Tem mais de mil vídeos como esse, tapa na cara para você se tocar e acordar para a vida. Ricardo Jordão Magalhães. Vai no YouTube. Valeu? Abraço.

Assiste agora o video de onde saiu essa transcrição de texto: