Como vender a si mesmo.

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão e você já reparou que é muito mais fácil vender os outros do que a si mesmo. É muito mais fácil vender um produto que um japa fez lá do outro lado do planeta do que o produto que você fez, cara. É um absurdo isso, mas vamos acabar com isso hoje. Presta atenção! Eu sei que é difícil. Estamos juntos! Tem trocentos mil livros e cursos de marketing pessoal, mas vamos acabar com isso hoje, cara. Dias atrás, um cara virou assim e falou para mim: “Jordão, eu trabalhei 35 anos para mim mesmo. Agora eu virei funcionário. É muito mais fácil vender o produto da empresa que eu trabalho do que da empresa que eu tentava construir.” Sabe por que isso acontece? Porque quando você pega um produto que foi feito por alguém, esse alguém já fez as escolhas sobre o que o produto é. E quando a gente tenta vender a gente mesmo, quando você não faz escolhas sobre quem você é e o que você faz, você não consegue vender a si mesmo. Você tem que fazer escolhas o tempo todo. Você tem que deixar coisas de fora o tempo todo. Quer ver? Eu vou dar um exemplo aqui. Dias atrás, eu estava conversando com um tiozinho. Eu perguntei para ele: “O que você faz?” Ele virou para mim e falou: “Ah, eu tenho um laboratório de videogames.” E ficou quieto achando que eu tinha que entender o que era uma laboratório de videogames. Aí, na minha cabeça, eu já pensei assim: “Esse cara aí deve consertar todo tipo de videogame.” Certo? E aí falei assim para ele. “Cara, esse seu jeito de se apresentar é Zé Mané, meu amigo. Tá errado, filho.” Aí, eu falei para ele: “Sabe como você devia se apresentar? Você devia ter falado assim: ‘o que eu faço? Eu conserto Play Station 3 em 12 minutos. O meu recorde é consertar em 12 minutos. Inclusive tem uma válvula na placa do lado esquerdo do Play Station 3 que dá pau a cada nove meses, três dias, duas horas e cinco segundos. Os japas lá fizeram uma válvula que dá pau a cada nove meses. Meu recorde de conserta Play Station 3 é de 12 minutos. Eu sou apaixonado por Play Station 3.” E fica quieto. Qual é a reação de uma pessoa quando encontra uma pessoa apaixonada pelo que faz desse jeito, cara?

Alternativa A: “Pô, que legal, meu. Você conserta Play Station 4?” “Claro. Play Station 4, eu conserto em 14 minutos.” Entendeu? Porque quando você é assertivo, objetivo, direto, pontual, você leva a pessoa na sua frente a se revelar. Quando você é genérico, ‘laboratório de videogames’. Tipo assim: “Legal.” Você leva a pessoa a assumir que você já falou tudo. Então, eu não preciso me engajar, eu não preciso perguntar, eu não preciso te questionar. Não cria o diálogo necessário para gerar uma venda. Deu para entender? Então, está proibido daqui para frente você se apresentar falando que faz duas coisas. Está proibido! Está proibido de você falar assim: “Conserto Play Station 3 e 4.” Está proibido você falar assim: “Eu sou consultor e coaching.” Está proibido você falar: “Eu sou magro e gordo.” Está proibido você falar que você faz duas coisas. Entendeu? Está proibido, cara! Você tem que fazer escolhas o tempo todo na sua vida porque fica muito mais fácil vender e ainda muito mais fácil para o cliente entender o que é que você faz. Beleza, galera? É isso aí. Vamos aí. Grande abraço.

Outra coisa, se você gostou desse vídeo, curte lá minha página no Facebook e o canal no YouTube. Procura lá Ricardo Jordão Magalhães. Tem mais de 30 horas de vídeos como esse. Vai lá no YouTube. Ricardo Jordão Magalhães e assina lá, dá uma curtida e assiste lá os outros vídeos. Quero ver você lá no YouTube. Grande abraço.

Para assistir o video dessa transcrição… dá um PLAY logo abaixo: