Viva o Agronegócio!

Eu quero falar agora sobre uma oportunidade ENORME que existe no país e no mundo para reinventar um mercado gigantesco: a nossa alimentação.

Um passeio a qualquer supermercado por aí é uma verdadeira tristeza. Nas gôndolas só tem PORCARIA. Kraft, Nestlé, Pepsico, Unilever… Cara, é uma tristeza.

Não tem nada realmente saudável.

É um verdadeiro alívio quando você se aproxima da parte de frutas e legumes e se distancia de tanta porcaria empacotada que tem em um supermercado.

Ontem em Porto Alegre eu tive a oportunidade de fazer uma palestra quebra tudo na Convenção de Vendas da CASE Máquinas Agrícolas.

A galera da CASE fabrica tratores, colheitadeiras e todo tipo de máquina agrícola para fazer a agricultura de uma pequena ou grande fazenda girar.

Antes e depois da palestra eu fiquei fascinado pelas histórias heróicas dos pequenos fazendeiros desse país e sua luta para viver da "roça", plantar, colher, entregar e viver.

Histórias de pequenos fazendeiros que vivem no interior do interior do Rio Grande do Sul em casas super simples mas com condições para comprar com o suor literal dos seus rostos uma máquina de 1 milhão de reais para produzir comida para nós. Pessoas simples que vivem com aquilo que produzem e raramente vão até uma cidade para serem consumidores de porcaria.

Diferente da vida nas cidades grandes onde somos todos consumidores, onde a grande maioria de nós não sabe mais fazer a própria comida, a própria roupa, ou mesmo pintar a parede da própria casa, a galera no campo consume o que produz, e produz o que precisa.

Para quem não sabe, a gauchada vem revolucionando esse país. Os caras saíram do Sul, colonizaram o Mato Grosso do Sul e o Mato Grosso, e agora estão invadindo o interior do Piauí e os estados nordestinos para transformar terras paradas em terras de comida.

Gente pequena que faz e acontece independente de holofotes e glamour.

Gente pequena que poderia fazer parte de uma cadeia de produtos SAUDÁVEIS que poderia substituir tanta porcaria que tem nos supermercados.

Não é possível continuarmos com a atual alimentação fornecida pelos empacotadores de cheetos.

Produtores existem. Agora, tem que aparecer engenheiros de alimentos capazes de criar comida saudável em escala. Tem que haver um jeito.

Se você é engenheiro de alimentos, POR FAVOR, vamos reinventar tudo!

VAMOS QUEBRAR TUDO e acabar com esses oligopólios de porcarias que nos matam pouco a pouco todos os dias.

Nós somos aquilo que comemos. Tá mais do que na hora de revolucionar as gôndolas dos nossos supermercados.

Quem vai fazer?

ARREBENTA!!!

Jordão