Você é uma pessoa mentorável?

Voce-e-uma-pessoa-mentoravel

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão. E sabe qual é a característica que você precisa ter para um investidor dar uma grana para você? Sabe qual a característica que você precisa ter para uma pessoa gostar de você? Sabe qual é, meu filho? Sabe qual é, minha filha? Você precisa ser uma pessoa mentorável. Você precisa ser uma pessoa treinável. Você precisa ser uma pessoa ‘coachiavel’, que vem do coaching. Uma pessoa que escuta. Que realmente escuta, cara. Você precisa ser isso. Você precisa ter essa característica. Às vezes, eu estou dando uma palestra no fim do Judas, cara, para uns tiozinhos, em uma sala com ar condicionado. Aí eu pego, dou uma ideia para o tiozinho e o tiozinho fala assim: “Jordão, muito legal, mas no nosso mercado, isso aí não funciona.” Aí, eu pergunto para o cara o que é que funciona no mercado do cara. O cara fala que é Z que funciona. Aí eu pergunto se está funcionando a ideia Z e não está funcionando. O cara fala assim: “Não está funcionando.” “Mas, então, meu tio, como pode você defender um troço que não funciona e ter uma cabeça fechada para novas ideias, meu filho?”

Um dia, assim espero, você vai estar na frente de um investidor, com um plano de negócio de 56 páginas, mais 36 anexos e apêndices, você vai dar na mão do tio, do investidor, o cara vai olhar nos seus olhos e vai falar assim: “Jordão, muito legal essa ideia de empresa e o escambau. Eu tenho uma pergunta para te fazer. Por que você acha que dá para fazer R$ 500 – vamos dizer – em seis meses? De onde você tirou isso aí?” E aí, o tiozinho que não é mentorável vai falar assim. “Cara, eu fiz um monte de trabalho, estudo com os caras que vão trabalhar comigo e tal. Li uns livros. E eu acredito que dá para fazer esse número, baseado nas coisas que eu sei. A gente vai fazer.” O cara vai agradecer para você e tal.

Agora, se você for uma pessoa mentorável, como você tem que responder? Tem que virar para o investidor e falar assim: “Olha, eu acredito que dá para fazer R$ 500 em seis meses baseado nas coisas que eu sei. Agora, você é o cara. Se você conhecer uma teoria, uma filosofia, uma prática, uma metodologia, um processo que faz eu fazer esse número em três meses, conta para mim, cara. Conta para mim que eu abandono tudo o que eu sei e implemento essa sua ideia.” Isso é uma pessoa mentorável. Isso é uma pessoa treinável. Um cara que está aberto a novas ideias, escuta as novas ideias, ouve de verdade e, pelo menos, testa, cara. Testa. Porque um vendedor, um marqueteiro, um empreendedor é um cientista, entendeu? É um cientista em um laboratório chamado mercado e você tem que testar as novas ideias, as novas práticas, as novas tendências, as novas coisas que estão acontecendo. Está entendendo, meu amigo? Se você não for um cara mentorável e treinável, não está com nada. E nesse ano novo, você vai rodar porque as suas ideias furadas, 1983, não funcionam mais, meu amigo. Não funcionam mais. Então, para de defender porcaria e abre a sua cabeça para novas ideias. Beleza, galera? Abraço.

Para assistir o video dessa transcrição… dá um PLAY logo abaixo: