Como gerar leads em janeiro.

Como-gerar-leads-em-janeiro.

E aí, galera? Beleza? Aqui é o Jordão. E o mês de janeiro é um prato cheio de desculpas para os vendedores pangarés dizerem que não vão conseguir fazer a meta, né. Tipo: “o cliente está de férias”, “o cliente foi para a praia”, “o cliente está no Bahamas”, “o cliente foi para o Guarujá”, “o cliente está em Cancun”,  “o cliente foi para a China”, “para o raio que o parta, está todo mundo parado, todo mundo de férias”, blá, blá, blá. “O negócio começa depois do Carnaval”. Você conhece algum Zé Mané que ainda fala esse tipo de besteira, cara? Então, o que eu recomendo para você que quer fazer alguma coisa, que está preocupado com a meta, com a sua vida, quer fazer as coisas acontecerem e tal, é o seguinte, cara. Uma realidade é que boa parte de quem está trabalhando está envolvido de alguma maneira com o plano. Está fazendo algum plano para a empresa, está pensando em objetivo, meta. Está lá tentando fazer algum tipo de estudo de plano. Só que o cara, às vezes, não tem nenhum tipo de embasamento, não tem ideias, não tem insights e tal. E aí, o negócio não vai rolar. Então, aproveite o mês de janeiro para você despejar em cima dos seus clientes as ideias, os insights do que você espera que esse cara faça com você ao longo do ano, entendeu? Aproveita o mês de janeiro para dar ideias para os clientes. O mês de janeiro é o mês das ideias, cara. É o mês de compartilhar as ideias mais fodásticas que você pode ter na sua cabeça para ajudar os clientes.

Então, o que eu recomendo a você a fazer nesse mês de janeiro? Coloque em prática nesse mês de janeiro – e eu quero ser convidado para o que eu vou falar agora. Eu quero que você faça um evento no mês de janeiro. Isso aí, um evento. Pode até ser on-line. Meu, faz on-line, cara. Fica baratinho e tal. É mais rápido, etc e tal. Eu quero que você faça um evento. Então, por exemplo, se você é coaching, tem uma empresa de coaching, e os clientes estão meio parados, pensando o que vão fazer em coaching esse ano, uma das coisas que levam os clientes a ficarem parados é quando os caras se reúnem lá no dia em que estão fazendo o plano, os caras, o chefinho do cara que vai comprar de você pega e fala assim: “Essa ideia desse seu fornecedor, essa ideia que ele está te falando aí é a última tendência? Sabe, não vamos comprar não porque pode ser que daqui a três meses saia alguma coisa nova. Vamos esperar. ” Então, essa ideia de você fazer um evento é a seguinte. Você é um coaching, certo? Então, o que eu gostaria que você fizesse no mês de janeiro? Você soltasse um convite, fizesse um evento falando assim… o nome do evento é o seguinte. “5 tendências em coaching para 2016”. Beleza? É esse o evento que você tem que fazer esse mês. “5 tendências em coaching para 2016”. Se você vende ar-condicionado, o evento que você tem que fazer em janeiro é o seguinte: “5 tendências em ar-condicionado para 2016”. Se você vende roupas de fitness, também, a mesma coisa. O evento desse mês é o seguinte: “5 tendências em roupas de fitness para 2016”. Está claro? Se você é um cara que vende consultoria em gestão, também, a mesma coisa. Mês de janeiro. O evento é “5 tendências para gestão de empresas – aí você pode dar até uma nichada, uma segmentada no títuto – para 2016”. Beleza? Janeiro é o mês dos insights, é o mês das ideias. Os seus clientes estão meio parados, os seus clientes estão meio na retaguarda. “Eu vou, não vou? Vou para lá, vou para cá? O que vai acontecer com a tendência? Não vamos comprar, não. Vamos comprar depois.” Então, você tem que aparecer no começo do ano como o cara das tendências. O cara que diz o que vai acontecer em 2016, o que o cara pode esperar. E, pô, às vezes, algumas dessas ideias todas que você vai dar, algumas você nem vai conseguir executar. Não tem nada a ver com você. Mas o importante é você passar a credibilidade de que você é o cara, que você manja o que vai acontecer neste ano e que o cara já poderia colocar no plano dele essas ideias que você está compartilhando no evento. Beleza? Dia 22 de janeiro, eu vou fazer um evento nesta linha. Chama ‘Kick Off 2016’. Gostaria muito que você participasse. ‘Kick Off de Vendas 2016’. Dia 22 de janeiro. R$ 97. O preço da pinga, o preço que você gasta em uma pizzaria para ficar mais gordo. Saí fora aí da pizzaria e faz a inscrição. ‘Kick Off de Vendas 2016’. É o meu evento de janeiro onde eu vou falar para vocês, compartilhar com vocês as tendências em vendas para 2016 para você fazer mais por menos, vender mais rápido, acelerar as vendas. Esse é o meu evento de janeiro e eu gostaria que você fizesse também. E eu gostaria de receber o convite do seu evento aí.

Beleza?  Que vai ser presencial, que vai ser on-line. Sei lá. Mas faz, cara! Agita o seu mercado, meu amigo. Não espera nada. Pare de reclamar de Dilma. Pare de reclamar de não sei o quê, cara. Vamos aí. Agita o troço. Escreva insghts, escreva ideias. O que vai rolar em 2016? Você poderia ser o cara. Nesse mês de janeiro que é o mês das ideias, está todo mundo parado aí. Valeu. Abraço.

Para assistir o video dessa transcrição… dá um PLAY logo abaixo: